top of page

IGHB celebra 129 anos de fundação e homenageia personalidades baianas

Os 129 anos de fundação do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (completados no dia 13 de maio) foram comemorados numa sessão solene na noite desta terça (16) de maio, com transmissão pelo canal do youtube.com/ighbba.


Durante a solenidade, que reuniu autoridades, associados e comunidade, o presidente do IGHB, Joaci Góes, destacou que festejar 129 anos de uma das instituições culturais mais importantes do Estado, guardiã da memória da Bahia, é um privilégio. “Este ano, em especial, a sede desta Casa comemora 100 anos. Além disso, estamos ativamente engajados na agenda do Bicentenário da consolidação da Independência do Brasil na Bahia, o que torna esta celebração ainda mais marcante”.


Cinco personalidades baianas foram agraciadas com a Medalha e o Diploma Bernardino de Souza: o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Adolfo Emanuel Monteiro de Menezes, o coronel do Exército Américo Adnauer Heckert, o presidente da Academia Baiana de Educação, Astor de Castro Pessoa, o professor e vereador Edvaldo Pereira de Brito e o desembargador Lidivaldo Reaiche Raimundo Britto. “Estou lisonjeado ao receber esta honraria. Além de associado, sou pesquisador da Biblioteca, e também celebro a parceria exitosa entre IGHB e o Tribunal de Justiça em diversas ações”, destacou Lidivaldo Brittp.


A solenidade ainda contou com uma homenagem aos associados falecidos entre os anos de 2020 e 2023, uma palestra do professor Aldo José Morais da Silva, da Universidade Estadual de Feira de Santana, sobre a história do Instituto, e a entrega da Revista 117/2022 do IGHB.


Fundado em 13 de maio de 1894, o IGHB é a entidade cultural mais antiga do Estado e uma das instituições apoiadas pela SecultBA. Possui a maior coleção de jornais, e o maior acervo cartográfico do Estado. Na Biblioteca Ruy Barbosa e Arquivo Histórico Theodoro Sampaio estão milhares de títulos e imagens à disposição do pesquisador. O IGHB promove diversas atividades culturais e é o guardião do Pavilhão 2 de Julho, no Largo da Lapinha, onde estão os dois principais símbolos da maior festa cívica do país: o Caboclo e a Cabocla.







Commentaires


Pesquisa online[.png
Youtube.png
Facebook.png
instagram ighb.png
bottom of page