Exposição Virtual "Outro Olhar sobre o 13 de maio: professores(as) negro(as) baianos(as) - 1860

Exposição virtual Outro Olhar sobre o 13 de maio: professores(as) negro(as) baianos(as) - 1860/1960

A presença dos sujeitos negros/negras na História da Educação brasileira é um campo de pesquisa recente, especialmente a abordagem de seu Protagonismo como professor/a ou como aluno/a.

Uma historiografia anterior, mais conservadora e genérica, afirmava que aos negros fora proibido a frequência/presença nas aulas públicas no Brasil, confundindo a categoria sócio-cromática -racial negro com a a categoria jurídica escravo. Tal permitiu a continuidade de representações negativas sobre uma suposta “falta de interesses” destes sujeitos pela Escolarização.

A atual Historiografia da Educação os destaca em diferentes Tempos e Espaços, ao enfatizar as múltiplas formas de Escolarização no Brasil desde o século XIX- em diversos formatos como nas Aulas Públicas, nas Aulas Particulares e nos Colégios- no período Imperial-assim como nas escolas e grupos escolares -no período da Republicano. A diversidade das experiências dos negro/as na Instrução-Educação estão registradas em Fontes que permitem:

a) identificar professores negros e professoras negras;

b)rastrear alunos de diferentes categorias sócio cromáticas:

c) indiciar a presença de ingênuos, filhos de mães escravas;

d) destacar jovens em aulas de ofícios;

Especialmente nesta Exposição são apresentados professores negros e professoras negras baianos/as, que atuaram na Instrução Primária e Secundária, em aulas públicas e/ou privadas, na Bahia ou em outras províncias/estado do Brasil.

A proposta é permitir a visualização de uma faceta da escolarização de negros e negras Bahianos/as e problematizar mais um olhar sobre o 13 de maio: as táticas empreendidas pelos negros e pelas negras enquanto sujeitos - cidadãs brasileiras e cidadãos brasileiros pela Educação."

Ficha técnica:

Organização:

Ione Celeste de Sousa (UEFS / IGHBA)

Daiane Silva Oliveira (IFBA/Fsa),

Apoio:

Rebeca Laise Santos Lima (UEFS)

Participantes do Grupo de Pesquisa HISTEICE

(História da Educação, Infância de Culturas Escolares)

Montagem:

Isaac Zedecc

Horário de funcionamento do IGHB

 

Visitação: de segunda a sexta, das 13h às 18h

 

Biblioteca: de segunda a sexta, das 13h às 18h

 

Arquivo: de segunda a sexta, das 13h às 17h

 

Administrativo: de segunda a sexta, das 13h às 18h

Avenida Joana Angélica, 43 - Piedade - Salvador - BA - CEP 40.050-001 Fones: (71) 3329-4463 / 3329-6336  - Email: ighbahia@gmail.com

IGHB - Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.