I Simpósio revisita vida e obra do primeiro historiador da música no Brasil


Imagem: Orquestra Museofônica

O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e Centro de Estudos Miguel Santana, realiza de 12 a 14 de agosto, o I Simpósio Guilherme de Mello e a música no Brasil. Na abertura, será lançado o livro Guilherme de Mello e a música no Brasil, elaborado pelo pesquisador Marcos Santana.

A iniciativa de valorização de lideranças culturais e artísticas parte do Projeto Memória Musical da Bahia e é considerada pioneira no país. Guilherme Theodoro Pereira de Mello nasceu em Salvador em 1867 e faleceu no Rio de Janeiro em 1932. Foi interno da Casa Pia e Colégio dos Órfãos de São Joaquim, instituição que lhe deu a formação musical e humanística. Atuou como professor de música e mestre de banda.

O evento conta com a participação de etnomusicólogos, museólogos, historiadores, professores de música, instrumentistas, cantores, compositores e arranjadores com o intuito de debater a aplicação da lei 11.679/08, que retorna o ensino de música nas escolas brasileiras. Entre as palestras e apresentações de grupos como a Orquestra Museofônica e a Camerata Castro Alves, haverá uma homenagem a professora Consuelo Pondé de Sena, ex-presidente do IGHB. O público ainda terá oportunidade de refletir sobre trabalhos acadêmicos de estudantes de graduação e pós-graduação em música.

Destaque do encerramento do encontro é a apresentação da orquestra Museofônica, comandada pela etnomusicóloga e pesquisadora Emília Biancardi. A proposta pedagógica musical é idealizada pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), tendo como referencia a Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais Emília Biancardi. Estarão no IGHB mais de 30 integrantes, funcionários atuantes nas instituições museais e no IPAC, além de convidados. Os instrumentos utilizados são provenientes das viagens de Emília por terras africanas, indígenas, orientais e europeias.

Todo o acervo foi doado ao Governo do Estado da Bahia e encontra-se no Solar Ferrão, localizado no Pelourinho.

A inscrição para o seminário é gratuita e pode ser feita pelo site www.ighb.org.br – Mais informações no telefone 71 3329 4463.

Saiba mais:

O objetivo da vertente musicológica denominada Tributo Biografia Musical é reunir o maior número de pessoas possível para divulgar as informações biobibliográficas coletadas em uma pesquisa inédita acerca desse músico notável, Patrono da Academia Brasileira de Música, mas que ainda encontra-se na zona de esquecimento em sua cidade natal. Outras figuras exponenciais da música erudita como Frei Antonio do Patrocínio Araújo e Zulmira Silvany também entraram na lista.

Talento artístico e capacidade intelectual dariam múnus a Guilherme de Mello na elaboração de um livro inaugural que aborda temas musicais abrangentes e polêmicos como a história do Hino Nacional Brasileiro.

Max Fleiuss, Vieira Fazenda, Heitor Villa Lobos, Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Luiz Heitor, Yeda Pessoa de Castro, Emília Biancardi, José Ramos Tinhorão e Manuel Veiga estão entre os leitores do livro A música no Brasil: desde os tempos coloniais até o primeiro decênio da República, publicado em 1909. Obra referencial e histórica, amarga a estatística de ser totalmente desconhecida de uma parcela significativa de músicos, estudantes e professores de música da atualidade.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

Dia 12/8, às 14h - Cerimônia de abertura Mesa de Honra Dr. Eduardo Morais de Castro – Presidente IGHB Dr. Roberto Figueira Santos – Presidente de Honra IGHB Dra. Nathalie Viegas – Cônsul de Portugal Dr. Otávio Tourinho Dantas - Provedor da Casa Pia Dr. Manuel Veiga – Coordenador do NEMUS/UFBA/ ABM Lançamento do livro Guilherme de Mello e a música no Brasil Tributo a Consuelo Pondé de Sena – Preito de Gratidão Palestra de abertura: O Brasil musical de Guilherme de Mello – Marcos Santana 15h – Mesa “Damião Barbosa de Araújo / Manuel Tranquilino Bastos / Manuel Raymundo Querino” Moderadores: Jorge Ramos e Manuel Veiga Debate 16h - Culminância: Performance musical da Camerata Castro Alves Juraci Tavares e Márcio Pereira (voz e violão)

Dia 13/8, às 14h Palestra sequencial: Uma concepção de música popular brasileira – Perfilino Neto 15h – Mesa “Xisto Bahia / Assis Valente / Dorival Caymmi / Vivaldo Conceição” Moderadores: Roberto Pellegrino e Augusto Conceição Debate 16h - Culminância: Performance musical Coral da Polícia Militar da Bahia Regência Subtenente Josué Santana da Paz

Dia 14/8, às 14h Palestra e tocata com Orquestra Museofônica (instrumentos tradicionais) “Os monocórdios” – Emília Biancardi Performance musical da Orquestra Museofônica - Emília Biancardi 15h – Mesa “Ernst Widmer / Lindembergue Cardoso / Walter Smetak” Moderador: Marcos Santana / Bira Reis Debate 16h - Culminância: Festival Guilherme de Mello e música no Brasil (apresentação de performances de grupos convidados das diversas vertentes musicais). Performance musical do Coral da Juventude do Mosteiro de São Bento – (50 anos de cultura e arte) - Regência Dilton Cesar

Realização: Instituto Geográfico e Histórico da Bahia / Centro de Estudos Miguel Santana Apoio: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Associação Amigos do Coral Renascer / Sindicato dos Bancários da Bahia Contatos: www.ighb.org.br /ighbahia@gmail.com Instituto Geográfico e Histórico da Bahia Avenida Joana Angélica, 43 Piedade – Salvador – BA 71 3329 4463

Horário de funcionamento do IGHB

 

Visitação: de segunda a sexta, das 13h às 18h

 

Biblioteca: de segunda a sexta, das 13h às 18h

 

Arquivo: de segunda a sexta, das 13h às 17h

 

Administrativo: de segunda a sexta, das 13h às 18h

Avenida Joana Angélica, 43 - Piedade - Salvador - BA - CEP 40.050-001 Fones: (71) 3329-4463 / 3329-6336  - Email: ighbahia@gmail.com

IGHB - Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.