Avenida Joana Angélica, 43 - Piedade - Salvador - BA - CEP 40.050-001 Fones: (71) 3329-4463 / 3329-6336  - Email: ighbahia@gmail.com

IGHB - Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.

IGHB promove curso em homenagem aos 465 anos de Salvador

13/02/2014

O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, como parte das comemorações pelos seus 120 anos de fundação e 465 anos de Salvador, promove de 25 a 28 de março, das 14h às 16h, o curso “Salvador: das origens dos seus terrenos, à escarpa da falha e ao avanço sobre a planície litorânea”, que será ministrado pelo geólogo Rubens Antonio Filho. 

 

A proposta da iniciativa é ampliar os conhecimentos sobre os eventos que conduziram a formação dos terrenos de Salvador. Para isso, o professor irá mostrar como se estabeleceu a base em que se configura a Geologia da capital baiana, além de explicar como se chegou a atualidade, contemplando as variações do espaço ao longo do tempo e os fatos que levaram a sua conformação atual. “Deve-se perceber que todo este processo conduziu a configuração geomorfológica que se tornou extremamente atrativa ao colonizador e sobre a qual se elevou a Cidade”, esclarece.

Durante o curso, o participante irá conhecer a formação de áreas urbanas, a exemplo da Barra, Pituba e São Joaquim, além do desenho original dos cursos d’água, praias e as ações que modificaram estas vias.

 

A inscrição é gratuita e pode ser feita pelo e-mail ighbahia@gmail.com. Mais informações no site www.ighb.org.br e tel. 71 3329 4463.

 

Programação do curso:

Dia 25 – A origem dos terrenos soteropolitanos – uma longa história

Dia 26 – Geomorfologia de Salvador

A escarpa da falha de Salvador

O “Alto de Salvador”

A zona intermediária entre o alto e a planície litorânea oceânica

O sistema de vales e drenagens

A Planície litorânea ou Margem costeira atlântica

Baía, mar, oceano

 

Dia 27 – As modificações urbanas da Pituba à Barra

As modificações urbanas da Barra a São Joaquim

 

Dia 28 – Eventos históricos condicionados pela geomorfologia

Primeiro povoamento e Fundação

O ataque holandês de 1624 e o sítio de 1625

A Guerra de Independência

A rebelião Malê

 

A Sabinada

Sobre o IGHB – Fundado em 13 de maio de 1894, o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia é a entidade cultural mais antiga do Estado. Recebeu, em 2011, do IPAC, a notificação de abertura de processo para tombamento da sua edificação e todo o seu acervo. Também conhecido como a “Casa da Bahia”, possui a maior coleção de jornais, datados desde o século XIX até a atualidade, além do maior acervo cartográfico do Estado, o que permite a sociedade conhecer a origem dos atuais 417 municípios baianos.

 

Na Biblioteca Ruy Barbosa, cerca de 30 mil títulos, incluindo obras raras, estão à disposição de pesquisadores e demais interessados. O mesmo acontece no Arquivo Theodoro Sampaio, que reúne e conserva acervos particulares, a exemplo de Theodoro Fernandes Sampaio, Brás do Amaral e Hildegardes Viana e preciosidades, como os manuscritos de poesias de Antônio de Castro Alves e cartas de Antônio Conselheiro.

 

Ao percorrer as instalações da instituição, é possível conferir em seu Museu uma importante coleção de retratos, além de esculturas de bronze, mobiliário de época e peças religiosas da cultura africana na Bahia.

 

Periodicamente o Instituto realiza palestras, congressos, encontros e seminários para discutir assuntos relacionados a história, geografia e ciências afins.

O IGHB também é guardião do Pavilhão 2 de Julho, no Largo da Lapinha, onde estão os dois principais símbolos da maior festa cívica do país: o Caboclo e a Cabocla; ícones da participação popular nas lutas pela independência baiana.

 

Instituto Geográfico e Histórico da Bahia
Avenida Joana Angélica, 43 – Piedade
Salvador – BA
71 3329 4463
www.ighb.org.br

Please reload

Horário de funcionamento do IGHB

 

Visitação: de segunda a sexta, das 13h às 18h

 

Biblioteca: de segunda a sexta, das 13h às 18h

 

Arquivo: de segunda a sexta, das 13h às 17h

 

Administrativo: de segunda a sexta, das 13h às 18h